0

Minha primeira aula de canto

Nem todo mundo sabe, mas eu simplesmente amo cantar. Entretanto, por eu ser muito tímida eu só cantava no chuveiro mesmo, apenas para mim mesma. Até que um dia eu estava cantando no chuveiro sem saber que minha tia estava na minha casa. Ela me ouviu cantar e resolveu me colocar em um coral. Fiz 6 meses de coral no Sesc, mas não me adaptei. Eu continuava sendo muito tímida e as vezes apenas fingia que estava cantando, mexendo a boca sem emitir som, já que minha voz podia ser facilmente mascarada pela voz dos outros.

Com o tempo, fui criando coragem para cantar na frente de pessoas muito próximas, mas apenas quando estava vendo um musical, por exemplo, ou ouvindo uma música alta. Nunca era apenas a minha voz. E as pessoas que me ouviam cantar seguiam dizendo que eu cantava muito bem, que minha voz é muito bonita. Mas eu continuava com muita vergonha.

Continuar lendo

1

Bodas de Purpurina: meus 7 meses de casada

Oi gente, tudo bem?

Sei que sumi por dias demais, mas semana passada foi meio corrida e tive pouco tempo para sentar e escrever no blog. Assim sendo, essa semana (e muito provavelmente a próxima também) vai ser um pouco “bagunçada”, ou seja, vai sair um pouco da proposta inicial do blog, de ter uma determinada categoria por dia. Mas é que tem tanta coisa bacana acontecendo ao mesmo tempo que resolvi falar sobre tudo isso por aqui. Lembrem-se que eu disse que ia rolar um “desabafo” de vez em quando por aqui! Rs

Bom, como todos os assuntos estão atrasados mesmo, eu resolvi que pelo menos um deles tem que estar em dia, e esse assunto é: minhas bodas de purpurina. Acredito que eu nunca tenha falado exatamente sobre meu casamento em lugar algum, apenas falei bem por cima no meu facebook, um dia depois de casar. Depois de 7 meses casada e com tantas mudanças que esse casamento trouxe para a minha vida, decidi que está na hora de falar sobre ele, todo, desde o pedido até os dias de hoje. Continuar lendo